domingo, 11 de novembro de 2012

GANHO DE PESO, PERDA DE GORDURA, DE ÁGUA - E DE ROUPAS!

Claudia Vilaça - Sala São Paulo/SP - 10/novembro/2012


Este vestido branco estampado comprei faz tempo, lá por maio/2012, perto do meu aniversário de 50 anos.

Na época eu estava magrinha, o vestido caía solto no corpo, sem marcar, e ficava bem mais comprido.


Veja mais no post PERNAS: ANTES E AGORA

Pernas ANTES - Claudia Vilaça - TM/SP - 20/maio/2012


Desde que comecei a preparação para competir, em agosto/2012, ganhei 6 kg, a maior parte concentrada nas coxas e nos glúteos.

Resultado: perdi quase todas as minhas roupas!


As calças não sobem, nem mesmo as leggings de ginástica, por isso agora só uso shorts para treinar.

Vestidos e saias, ah, esses sobem, sobem muito! Mas é porque ficaram tão curtos com as novas formas que tenho de arrumar sempre e puxar para baixo, senão acabo dando vexame.


Claudia Vilaça - Sala São Paulo/SP - 10/novembro/2012

Claudia Vilaça - Sala São Paulo/SP - 10/novembro/2012

Claudia Vilaça - Sala São Paulo/SP - 10/novembro/2012

Claudia Vilaça - Sala São Paulo/SP - 10/novembro/2012


Subir e descer escadas com as roupas curtas e mantendo a compostura é um ótimo treino para o palco, aproveito para ensaiar meu desfile de atleta Bodyfitness.

Na pontinha dos pés, sempre!


Além da perda das roupas, outro feliz "desfalque" atual é o inverso da retenção de líquidos.

Os sapatos ficam largos e saem do pé, idem para os anéis.

Com a dieta ajustada para perda de gordura e com baixos teores de sódio, bebendo bastante água, até as bolsinhas embaixo dos olhos diminuíram, quase sumiram mesmo.

A pele hidratada, as pernas sem nenhum sinal de inchaço. 


Claudia Vilaça - Sala São Paulo/SP - 10/novembro/2012

Claudia Vilaça - Sala São Paulo/SP - 10/novembro/2012

Claudia Vilaça - Sala São Paulo/SP - 10/novembro/2012


Menstruação certinha, tudo regulado, sem TPM (que eu já não tinha, talvez por não tomar anticoncepcionais ou qualquer tipo de hormônio e graças à minha alimentação limpa e natural o ano todo).

Para mandar para bem longe a retenção de líquidos, recomendo água mineral do tipo "leve", com sódio reduzido. 


Em uma dieta cheia de alimentos processados, refinados, enlatados, embutidos etc, um pouco a mais ou a menos de sódio não fará a menor diferença.

Mas se você mantiver uma alimentação "limpa" e estiver se esforçando para perder gordura e excesso de líquidos que causam inchaços, acne, dor de cabeça, celulite, TPM e muitas outras coisas que entristecem a vida da gente, então sentirá os efeitos da água e dos alimentos de baixo teor de sódio.


Outra dica: eu prefiro alimentos naturais - carnes, peixes, frango, ovos e vegetais -, preparados em casa (cozidos no vapor ou assados; crus, para as folhas), sem adição de sal de cozinha. Mas em uma emergência ou em viagens, apelo para o atum em lata de baixo sódio.

Aqui no Brasil existe o da marca Gomes da Costa em água e sal, com teores de sódio reduzidos.




E nos EUA a melhor opção é o atum da marca Starkist, que além da versão "baixos teores" tem a opção very low sodium, apenas atum e água, sem adição de sal.





Este da latinha dourada e rótulo branco foi a minha salvação na última temporada nos Estados Unidos. Comprava no Ralph's, um supermercado na cidade de Pasadena/California; na verdade, limpava todo o estoque!

Meu breakfast em terras americanas era atum very low sodium com salada. Também levava latinhas de atum na bolsa, para o caso de, na hora, não ter nada para comer que não fosse trashfood ;-)

---

Voltando ao vestido que usei ontem, e agora bem mais curto do que quando comprei, acho que devo aposentá-lo.

Uma pena, claro, o tecido é macio, uma delícia. A estampa linda de uma serpente se enrolando no corpo. Ramos e flores num desenho oriental muito bonito.


Claudia Vilaça - Sala São Paulo/SP - 10/novembro/2012

Claudia Vilaça - Sala São Paulo/SP - 10/novembro/2012

Claudia Vilaça - Sala São Paulo/SP - 10/novembro/2012


Passada esta primeira preparação - o campeonato de estréia é daqui a duas semanas, em 24/novembro, no Guarujá -, volto imediatamente ao processo de hipertrofia, com foco em pernas e glúteos.


Está certo que cresci bastante, ainda mais se considerar que foram apenas três meses e meio de treinos, dieta e estratégias para ganho de massa muscular, mas decidi que não vou parar por aqui, que irei além da estréia, longe, mais longe!

Tomei gosto pela coisa, espero crescer muito ainda e evoluir neste esporte.


Claudia Vilaça - Sala São Paulo/SP - 10/novembro/2012

Claudia Vilaça - Sala São Paulo/SP - 10/novembro/2012

Claudia Vilaça - Sala São Paulo/SP - 10/novembro/2012

Claudia Vilaça - Sala São Paulo/SP - 10/novembro/2012


Já estou programando a agenda de competições para o ano que vem. 

Em 2013 certamente não entrarei em mais nenhuma das minhas roupas antigas. E isso é ótimo!


Fique comigo aqui, acompanhe minha aventura, participe do blog, comente, faça perguntas, envie sugestões. 


A palavra de ordem é CRESCER, em todos os sentidos.


13 comentários:

  1. Olá,,,

    Eu virei sua fã, admiro sua dedicação e seus ótimos resultados,,,
    Corpo saudavel e super definido,,, esta muito bonita... Parabens!!!

    Deve ser muito legal competir...

    Bjus Jéssica
    personaljessica.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Jessica!

      É mesmo muito legal a gente se dedicar e conseguir bons resultados.

      Competir ainda não sei como é - ou seja, a sensação de estar no palco, posando e tudo o mais -, o campeonato está chegando, esses últimos dias têm sido corridos e excitantes.

      Venha sempre me visitar!

      Excluir
  2. Oi, Claudinha!
    Já acompanho seu blog há alguns meses, mas nunca postei nenhum comentário. Hoje, deu-me vontade de fazê-lo.
    Admiro muito vc, sua disciplina, foco, fé e o corpaço! Estamos na torcida, sua estreia vai ser linda, mágica! Gosto muito da sua forma de escrever e dos seus relatos. Sou fascinada pelo mundo do fitness, mas hoje estou mais comedida, focada, estudando para concursos. Mas é muito válido obter informações sempre. Fé e força na caminhada! Estamos aqui torcendo nos bastidores. Que Deus a abençoe! Grande beijo!
    Evellin

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Evellin, muito obrigada, suas palavras alegraram o meu dia!

      Excluir
  3. Parabéns, Claúdia

    Ta cada dia mais perto de seu objetivo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Raquel. Também sinto isso - que estou me aproximando da reta de chegada -, mas quanto mais chego perto acabo olhando mais para frente, e então o ponto de chegada se renova.

      Beijo, espero sua visita sempre!

      Excluir
  4. Fantástica. Única palavra que achei para te definir. Admiro sua disciplina, ousadia e determinação! Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que gentileza a sua, Fabíola, muito obrigada. Conto com a sua presença, sempre. Por favor, me dê este prazer, ok?

      Beijos, Claudia

      PS: Acabo de postar uns links especiais para dois blogs portugueses com os quais aprendo muito, veja no menu dos Favoritos - o Fat New World e o Emagreça Comendo. Recomendo!

      Excluir
  5. Cláudia, vc é meu exemplo! :)
    Queria muito perder gordura mas estou com um problema sério de metabolismo devido a uns antidepressivos q precisei tomar. Já os deixei, meu corpo começou a reagir... diminuí drasticamente os carboidratos, comecei cardios em jejum, vamos ver o que dá.
    Não penso em ser atleta, mas quero minimizar minha % de gordura (hoje está em 31%) pois tenho diabéticos e hipertensos na família e não quero ser igual.
    Quanto à massa magra, tenho 52 Kg para 1,70 m de altura e acho que não vou mal nisso. Será?
    Qual a sua porcentagem de gordura?
    Quantos kg vc tem de massa magra pra quanto de altura?

    Beijos e eu vou te acompanhar sempre e torcer muito por você! Já estás nos meus favoritos!

    ResponderExcluir
  6. Hola Claudia, Como se diz aqui em espanha "enhorabuena guapisima" ... Leio e releio seu blogger.
    Enfrento estes poblemas de retençao de liquidos e hiportiroidismo. Cres que se retiro o sal, vou melhorar e perder medidas?
    Vi que outro dia voce tinha um hospede e desejei ate a alma ocupar este lugar...Imagino que deve se o maximo aprender de voce!
    Eu tambem faço parte da familia Low carb. nao sou agraciada o quanto voce, que esbanja saude e beleza! Mas estou bem e feliz!



    obrigada,

    Um abraço desde Espanha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações, Veri, muito prazer! Sempre fico curiosa em conhecer os leitores estrangeiros que vêm me visitar. Vejo o mapa de acessos e penso: "quanto estará a temperatura na Sibéria, bem ali onde mora aquela pessoa super assídua nas minhas páginas?" E aquele outro ponto vermelho, Dubai, Índia, Israel, Grécia, Turquia, Finlândia, Romênia, Austrália, Angola, tantos lugares bacanas que eu adoraria conhecer. O Alaska! Já pensou, Veri, quanto salmão selvagem, quanto bacalhau nós não iríamos comer no Alaska?

      E falando em peixe e problemas de retenção de líquidos e inchaços, a alimentação correta é fundamental em um quadro de hipotireoidismo. Muitas vezes o que causa a retenção de líquidos nem é o excesso de sódio, mas a falta dele! Ou melhor, a insuficiência de iodo e de outros minerais, como selênio e magnésio, também de vitaminas - principalmente a A e a D - e de ômega 3.

      Bom comer peixe, portanto. Principalmente, peixes de águas frias e profundas. Peixes selvagens, não os criados em cativeiro, com hormônios, antibióticos e ração à base de soja e cereais.

      Ficar longe de soja, açúcar e farináceos, óleos vegetais comuns, certos vegetais que interferem negativamente na produção dos hormônios da tireóide.

      Também é bom que se afaste de produtos que contenham flúor, cloro e bromo, que competem com o iodo e prejudicam a função tireoidiana.

      Acho que no seu caso, em vez de retirar o sal, vale a pena aumentar o consumo de alimentos benéficos e consumir a quantidade certa de líquidos (evite água clorada!).

      Uma coisa bacana é substituir o sal refinado iodado por sal marinho não refinado, o sal cinzento e úmido repleto de minerais e de iodo no estado orgânico, perfeitamente assimilável pela tireóide.

      O sal comum de supermercado e o usado nos alimentos processados sofre remoções de minerais vitais em sua composição durante o processo de refinamento, contém aditivos, antiumectantes e até açúcar!

      Se você gosta do sabor salgado, experimente o sal marinho não refinado para temperar os seus alimentos naturais. O veneno está nos produtos industrializados, nas misturas para sopa, nos refrigerantes, nos biscoitos, nos embutidos, nos congelados, enfim, em praticamente tudo. Agora, usar sal marinho não refinado ou um pouquinho de sal rosa do Hymalaia, por exemplo, não é nenhum problema, ok?

      Experimente o sal marinho francês, conhecido como Sél de Guerande (região da França). Aqui no Brasil compro em pacotes de 1 kg, que custam cerca de 18 Reais e rendem a vida inteira.

      Beijos, querida, venha sempre!

      Excluir
  7. Como você utiliza o óleo de coco no pré e pós treino? Você bebe? Quanto ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu uso o óleo de coco virgem orgânico alguns minutos antes do treino de musculação. Costumo tomar uma ou duas colheres de sopa do óleo líquido (à temperatura ambiente) ou como um pedaço de óleo gelado, e este é o meu jeito preferido!

      Guardo um vidro grande de óleo de coco na geladeira e tiro com um garfo um pedaço de cerca de 10 gramas, deixo o torrão geladinho derreter na boca , pego as minhas coisas e vou para a academia, que fica a menos de uma quadra da minha casa.

      Imediatamente depois do treino, ainda na academia, tomo outra colherada de óleo, aí uso a garrafinha da Dr. Orgânico.

      Uma meia hora ou pouco mais depois de treinar faço uma refeição completa.

      Excluir

Obrigada pela participação! Em breve, seu comentário será publicado e respondido por mim neste post. Mesmo que demore um pouquinho, eu respondo a todos os comentários. Volte mais tarde para conferir a resposta e continuar a nossa conversa, ok?

IMPORTANTE: Não sou nutricionista nem profissional de Educação Física. Não prescrevo dietas nem treinos. Não presto consultorias por meio deste blog, de redes sociais nem de mensagens privadas. Os registros deste blog resultam da minha experiência pessoal e do aprendizado por conta própria.

Para prescrição de dietas, cálculos de calorias e de nutrientes de acordo com as suas necessidades e metas, alimentação aplicável em casos de doenças, intolerâncias e alergias, procure um nutricionista ou médico especializado. Idem para treinos e condições específicas, que devem ser orientados por um profissional de Educação Física.